Error, no group ID set! Check your syntax!

Artigos contra baixo escolher

Publicado em junho 3rd, 2013 | por Mundobends

Como Escolher um Bom Contra Baixo?



contra baixoTenha em mente o tipo de som que você pretende tirar do baixo. Por exemplo, um som mais vintage (antigão, tipo rock dos anos 70), nestes casos os modelos Jazz Bass ou Precision Bass são os mais indicados. E acredite existem baixos Jazz Bass de qualidade com preços bem atraentes.

E em relação ao ritmo, o número de cordas também importa, tanto pela sonoridade, quanto pelo visual. Para tocar um Rock and Roll, a maioria das vezes não há necessidade de um baixo com mais de 4 cordas, e também, ninguém merece ver um baixista tocando Rock com um baixo de 6 cordas, deixe estes para o Axé, Mpb, alguns segmentos do Jazz… E outra, para quem está procurando seu primeiro Contra Baixo, é altamente recomendado que dê preferência pelos de 4 cordas, são mais confortáveis para o aprendizado. Depois, se achar necessário aumentar o número de cordas, será muito mais fácil.

Evite também comprar um Baixo usado, muitas vezes compensa comprar um instrumento zerado, novo, porém mais simples e de marca menos expressiva, do que um contra baixo ativo modelo top, mas com 5 anos de uso, isso por que pode ele pode te dar algumas dores de cabeça, principalmente com relação a parte elétrica e madeira.

Enfim, são inúmeras as marcas que possuem Contra Baixos bons com preços acessíveis, as marcas que a Mundomax indica são: Condor, Strinberg, Giannini, Shelter, Eagle, Squier, Yamaha e Tagima. Se comprar baixos destas marcas, dificilmente você terá algum problema.

Passivo ou Ativo?

contra baixo

É importante definir se você quer um contrabaixo com captação passiva ou ativa, lembrando que não há melhor, são apenas diferente. Um Baixo ativo possui captadores ativos funcionam com uma bateria de 9 volts, eles são bem mais versáteis, você pode executar inúmero gêneros músicais e o som normalmente chega no Amplificador mais alto, além das possibilidades de equalização. Porém se a qualidade dele não for aceitável, você pode ficar decepcionado na hora de timbrar ele. Mas se o som de contrabaixo que você quer é aquele som mais rock’ n ‘ roll é bom você descobrir qual o modelo de baixo que aquele baixista que você curte usa. Ou seja na escolha entre ativo ou passivo o que pesa é a finalidade musical e o seu gosto por timbres. Um Jazz Bass, por exemplo, vai sempre soar Vintage e Roqueiro, e você pode optar por marcas mais baratas que será mais difícil se arrepender.

Nunca compre um contrabaixo porque o achou bonito, tenha em mente que tipo de música você vai fazer. Não adianta nada você comprar um Rickenbacker se você vai tocar Jazz .

Dinheiro

Caso você tenha um bom dinheiro guardado, ou um limite bacana no seu cartão de crédito, e está decidido que seu futuro é no Contra Baixo, não pense duas vezes, invista em instrumentos de grandes marcas. Você não vê ninguém reclamando por aí de baixos Fender, Ibanez, 

>>

Gostou do Post? Te ajudei em alguma coisa? Dê uma mão para gente e clique em Curtir! Comente… e até a próxima.

 

Tags: , , ,


Sobre o Autor

Este post criado e editado pela equipe titular do MundoBends! Caso você queira escrever no blog Clique Aqui e cadastre-se. O Mundobends é um blog sobre o mundo da música, ou dos músicos. Tudo sobre instrumentos musicais, com guias de compra de equipamentos e dicas para músicos iniciantes. Participe!


Seja Gentil, Deixe um Comentário



Back to Top ↑

Curtiu o post? Dê uma mãozinha para gente, compartilhe este artigo!
Como Escolher um Bom Contra Baixo?